julho 22, 2015

********* NASCIDOS PARA O MAL: 50 VILÕES

bette davis e joan crawford em o que aconteceu a baby jane?
Felizmente o cinema é pródigo em antagonistas diabólicos. Afinal, se heróis são indispensáveis, VILÕES fazem o nosso júbilo. Há alguns anos, a revista “Times” listou os 50 melhores vilões cinematográficos. O mesmo fez o American Film Institute (AFI). Embirrei com as duas listas. Não vejo vampiros ou monstros - tipo Frankenstein - como vilões, são seres marcados lutando pela sobrevivência. O crápula “perfeito” é aquele sem escrúpulos, não se arrepende de suas maldades nem mesmo no final da fita. Numa empreitada complexa, listei 50 VILÕES, dezessete deles femininos (constatando que, em sua maioria, criaturas cinematográficas do mal são criadas para atores, cabendo às atrizes o papel de vítimas). Logicamente, relaciono os meus favoritos. Bette Davis e Robert Mitchum foram lembrados duas vezes. Não deu para evitar. Concorde, discorde, indique outros personagens canalhas inesquecíveis.

ALEC GUINNESS

Fagin em
OLIVER TWIST
(Idem, 1948)
de David Lean

ANGELA LANSBURY

Eleanor Shaw Iselin em
SOB O DOMÍNIO DO MAL
(The Manchurian Candidate, 1962)
de John Frankenheimer
Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante;
Melhor Atriz Coadjuvante do National Board of Review

ANN BLYTH

Veda Pierce em
ALMA EM SUPLÍCIO
(Mildred Pierce, 1945)
de Michael Curtiz

ANNE BAXTER

Eve Harrington em
A MALVADA
(All About Eve, 1950)
de Joseph L. Mankiewicz

ANTHONY HOPKINS

Dr. Hannibal Lecter em
O SILÊNCIO DOS INOCENTES
(The Silence of the Lambs, 1991)
de Jonathan Demme
Oscar de Melhor Ator;
BAFTA de Melhor Ator;
Melhor Ator Coadjuvante do National Board of Review;
Melhor Ator do Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York

ARTHUR KENNEDY

Lucas Cross em
A CALDEIRA DO DIABO
(Peyton Place, 1957)
de Mark Robson

BARBARA STANWYCK

Phyllis Dietrichson em
PACTO DE SANGUE
(Double Indemnity, 1944)
de Billy Wilder

BASIL RATHBONE

Capitão Esteban Pasquale em
A MARCA DE ZORRO
(The Mark of Zorro, 1940)
de Rouben Mamoulian

BETTE DAVIS

Regina Giddens em
PÉRFIDA
(The Little Foxes, 1941)
de William Wyler

BETTE DAVIS

Baby Jane Hudson em
O QUE ACONTECEU A BABY JANE?
(What Ever Happened to Baby Jane?, 1962)
de Robert Aldrich

BURT LANCASTER

J. J. Hunsecker em
A EMBRIAGUEZ DO SUCESSO
(Sweet Smell of Success, 1957)
de Alexander Mackendrick

CHARLES BOYER

Gregory Anton em
À MEIA-LUZ
(Gaslight, 1944)
de George Cukor

CHARLES LAUGHTON

Capitão Bligh em
O GRANDE MOTIM
(Mutiny on the Bounty, 1935)
de Frank Lloyd
Melhor Ator do Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York

CLAUDE RAINS

Alexander Sebastian em
INTERLÚDIO
(Notorious, 1946)
de Alfred Hitchcock

CLIFTON WEBB

Waldo Lydecker em
LAURA
(Idem, 1944)
de Otto Preminger

DENNIS HOPPER

Frank Booth em 
VELUDO AZUL
(Blue Velvet, 1986)
de David Lynch
Melhor Ator Coadjuvante da Associação dos Críticos de Cinema de Los Angeles;

EDWARD G. ROBINSON

Rico em
ALMA NO LODO
(Little Caesar, 1931)
de Mervyn LeRoy

GENE HACKMAN

Little Bill Daggett em
OS IMPERDOÁVEIS
(Unforgiven, 1992)
de Clint Eastwood
Oscar de Melhor Ator Coadjuvante;
Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante;
BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante;
Melhor Ator Coadjuvante da Associação dos Críticos de Cinema de Los Angeles;
Melhor Ator Coadjuvante do Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York

GENE TIERNEY

Ellen Berent Harland em
AMAR FOI A MINHA RUÍNA
(Leave Her To Heaven, 1945)
de John M. Stahl

GLENN CLOSE

Marquesa de Merteuil em
LIGAÇÕES PERIGOSAS
(Dangerous Liaisons, 1988)
de Stephen Frears
BAFTA de Melhor Atriz

HENRY FONDA

Frank em
ERA UMA VEZ NO OESTE
(C’era uma Volta Il West, 1968)
de Sergio Leone

HOPE EMERSON

Evelyn em
À MARGEM DA VIDA
(Caged, 1950)
de John Cromwell

HUMPHREY BOGART

Glenn Griffin em
HORAS DE DESESPERO
(The Desperate Hours, 1955)
de William Wyler

JACK PALANCE

Jack Wilson em
OS BRUTOS TAMBÉM AMAM
(Shane, 1952)
de George Stevens

JAMES CAGNEY

Arthur - Cody - Jarrett em
FÚRIA SANGUINÁRIA
(White Heat, 1949)
de Raoul Walsh

JAMES MASON

Phillip Vandamm em
INTRIGA INTERNACIONAL
(North by Northwest, 1959)
de Alfred Hitchcock

JOAN BENNETT

Kitty March em
ALMAS PERVERSAS
(Scarlet Street, 1945)
de Fritz Lang

JOAN CRAWFORD

Louise Howell em
FOGUEIRA DE PAIXÕES
(Possessed, 1947)
de Curtis Bernhardt

JUDITH ANDERSON

Sra. Danvers em
REBECCA, A MULHER INESQUECÍVEL
(Rebecca, 1940)
de Alfred Hitchcock

LANA TURNER

Lady De Winter em
OS TRÊS MOSQUETEIROS
(The Three Musketeers, 1948)
de George Sidney

LAURENCE OLIVIER

Szell em
MARATONA DA MORTE
(Marathon Man, 1976)
de John Schlesinger
Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante

LEE MARVIN

Vince Stone em
OS CORRUPTOS
(The Big Heat, 1953)
de Fritz Lang

LIONEL BARRYMORE

Sr. Potter em
A FELICIDADE NÃO SE COMPRA
(It’s a Wonderful Life, 1946)
de Frank Capra

MALCOLM MCDOWELL

Alex em
LARANJA MECÂNICA
(A Clockwork Orange, 1971)

de Stanley Kubrick

MERCEDES McCAMBRIDGE

Emma Small em
JOHNNY GUITAR
(Idem, 1954)
de Nicholas Ray

MIRIAM HOPKINS

Julie Hurstwood em
PERDIÇÃO POR AMOR
(Carrie, 1952)
de William Wyler

ORSON WELLES

Harry Lime em
O TERCEIRO HOMEM
(The Third Man, 1949)
de Carol Reed

PAUL MUNI

Tony em
SCARFACE, A VERGONHA DE UMA NAÇÃO
(Scarface, 1932)
de Howard Hawks

PETER LORRE

Hans Beckert em
M, O VAMPIRO DE DÜSSELDORF
(M, 1931)
de Fritz Lang

PETER USTINOV

Nero em
QUO VADIS
(Quo Vadis, 1951)
de Mervyn LeRoy
Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante

RALPH FIENNES

Amon Goeth em
A LISTA DE SCHINDLER
(Schindler’s List, 1993)
de Steven Spielberg
BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante;
Melhor Ator Coadjuvante do Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York

RICHARD WIDMARK

Tommy Udo em
BEIJO DA MORTE
(Kiss of Death, 1947)
de Henry Hathaway
Globo de Ouro de Ator Revelação

ROBERT MITCHUM

Harry Powell em
MENSAGEIRO DO DIABO
(The Night of the Hunter, 1955)
de Charles Laughton

ROBERT MITCHUM

Max Cady em
CÍRCULO DO MEDO
(Cape Fear, 1961)
de J. Lee Thompson

ROBERT RYAN

Smith Olhrig em
CORAÇÃO PRISIONEIRO
(Caught, 1949)
de Max Ophuls

ROBERT WALKER

Bruno Antony em
PACTO SINISTRO
(Strangers on a Train, 1951)
de Alfred Hitchcock

RUTH GORDON

Minnie Castevet em
O BEBÊ DE ROSEMARY
(Rosemar’s Baby, 1968)
de Roman Polanski
Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante;
Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante

SESSUE HAYAKAWA

Coronel Saito em
A PONTE DO RIO KWAI
(The Bridge of the River Kwai, 1957)
de David Lean
Melhor Ator Coadjuvante do National Board of Review

SHELLEY WINTERS

Rose-Ann D’Arcey em
QUANDO SÓ O CORAÇÃO VÊ
(A Patch of Blue, 1965)
de Guy Green
Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante

SYDNEY GREENSTREET

Kasper Gutman em
O FALCAO MALTÊS
(The Maltese Falcon, 1941)
de John Huston

100 comentários:

disse...

Que grande galeria de vilões! Nem sei qual é o mais marcante: Cagney, McCambridge, Walker, Ustinov... Se bem que, quando se trata de Cagney, não importa que seja gangster, sempre torço por seu personagem!
Abraços, Lê

Marcia Moreira disse...

Fiquei com o maior medo do Max Cady (Cabo do Medo). Descobri que a interpretação de Ingrid Bergman é maravilhosa pelo comentário da minha irmã enquanto assistíamos Os sinos de Santa Maria: "Mesmo muda, ela consegue se expressar". Obrigada visita ao meu blogue. Abraços.

renatocinema disse...

Sensacional.

BETTE DAVIS é maravilhosa como vilã.

Só faltou o Coringa do último filme do Batman.

Daniele Moura disse...

Bela lista de vilões, Antonio.
Ótimo lembrar de Glenn Close em Ligações Perigosas. Atriz sensacional!
Um abraço
Dani

Maxx disse...

Cara, acho que só faltou o Darth Vader... Abração.

Kuki Bertolini disse...

Muito boa essa postagem,Antonio. No filme O Bebê de Rosemary, a Ruth tá incrível mesmo,mas nunca esquecerei dela no filme Ensina-me a viver,um dos filmes mais legal que já vi.Grande abraço,Antonio!

Danielle Crepaldi Carvalho disse...

Oi, Antonio!

Lindas fotos e belo levantamento das vilãs e vilões. Não conheço uma porção. A minha preferida é a Barbara Stanwick em "Pacto de sangue", um filme que vi faz bem pouco tempo e achei sensacional.

Não sabia que haviam lançado Juninatten. Também amo a Ingrid e não perco nada dela (embora tenha achado meio sacrificado assistir ao "A mulher que vendeu a alma" - vi o da Joan, por sua indicação, e achei bem melhor). "Intermezzo" é lindo.

Bjinhos e inté
Dani

M. disse...

Eita é mesmo! Só faltou o Coringa de Heath Ledger em "Batman O Cavalheiro das Trevas".

Mas a vilã que Bette Davis interpretou em "O que aconteceu a Baby Jane" impressiona, ela fazia maldades terríveis à sua irmã interpretada por Joan Crawford. Da próxima vez terei olhos mais críticos ao rever este filme, para analisar melhor Baby Jane. Taí uma vilã que me marcou muito!

Fazer vilão é sempre uma festa para os atores. Um abraço e ótima semana.

Amanda Aouad disse...

Dennis Hopper como Frank Booth, dá asco. E Bette Davis nasceu para ser vilã, hehe. Boa lista.

Gustavo disse...

Fantástica e memorável seleção, Antonio. Eu incluiria Bette Davis também por PÉRFIDA, e Laughton por O GRANDE MOTIM!

pinguim disse...

Muito boa a selecção, mas nela distingo Bette Davis, insuperável em "Baby Jane".

Marcelo C,M disse...

BETTE DAVIS da medo neste filme e a cena da praia talvez estejam entre as melhores de sua carreira magistral.

Edivaldo Martins disse...

O que seria do cinema se não fossem os VILÕES? Dos relacionados por você, penso, por exemplo que no gênero western teve outros vilões superiores, ao papel de vilão de Jack Palance, no western Os Brutos Também Amam: LEE MARVIN EM DOIS PAPEIS: O HOMEM QUE MATOU O FACÍNORA E SETE HOMENS SEM DESTINO;BURT LANCASTER EM VERA CRUZ;ROBERT RYAN, O PREÇO DE UM HOMEM;E,ROBERT MITCHUM, POQUER DE SANGUE, ETC.ETC. NO QUE DIZ RESPEITO A ROBERT MITCHUM, O PAPEL MAIS TERRÍVEL DELE NO CINEMA É EM MENSAGEIRO DO DIABO...

Edivaldo Martins disse...

Concernente ao grande RICHARD WIDMARK, o papel de Tommy Udo, no filme o BEIJO DA MORTE, É SENSACIONAL!

Rodrigo Mendes disse...

Ótimo Antonio!
Uma lista digna. Angela Lansbury recusou o papel daquela enfermeira em Um Estranho No Ninho. Não seria demais? Rs!

Bette Davis nunca foi malvada como Crawford. Neste quesito as mulheres superam os homens. Sabem ser malvadas!

Abraços
Rodrigo

Anjo Noturno disse...

Adoro vilões, são eles que estimulam historias
Bj ;)

Felipe Rocha disse...

Realmente uma lista excelente de vilões! O que seriam dos filmes sem os vilões?? Comandam mto mais um filme do que os mocinhos!!

Hugo disse...

Ótima lista, alguns como Jack Palance, Robert Mitchum, James Cagney e Glenn Close tem o DNA de vilão.

Vale a lembrança de Robert Walker, perfeito em "Pacto Sinistro" e que faleceu cedo.

Abraço

Jú L. disse...

Já percebeu que esses vilões são todos pertubados? Olha para você ver Judith Anderson, ela era uma desequilibrada a espera de uma morta...credo, guardava tudo como se o defunto fosse voltar(doida varrida) outro miolo mole é ROBERT WALKER tentando convencer Farley Granger a entrar na onda dele e trocar de crimes. Tia Daves é a melhor de todas também tá de miolo mole, essa foto dela com batom todo borrado entrou para história e afinal o que terá acontecido a Baby Jane?

Adecio Moreira Jr. disse...

Todo mundo levante a bola dos mocinhos, mas é graças aos vilões que as histórias acontecem, não é mesmo?

Minhas duas preferidas da lista: Bette Davis (é claro) e Glenn Close.

Engraçado é que ambas são famosas por suas vilãs.

Luiz Santiago disse...

Meu Deus, quantos vilões! E o mais difícil é escolher os melhores (piores) entre eles. Simplesmente fenomenal.

Faroeste disse...

Concordo contigo, Nahud, quanto a vampiros ou monstros em geral serem caracterizados como vilões. São, ainda conforme falaste, aberrações da natureza e que nada mais fazem senão lutarem para seguirem vivendo.
Quanto aos vilões, eu não aprovo 100% vossa escolha, uma vez excluiu o grande Edward G Robinson e colocou Widmarck como vilão, apenas pelo papel gerado em O Beijo da Morte. Widmarck fez inumeros papéis como mocinho, enquanto Robinson utilizou mais este personagem em muitas outras ocasiões.
Porém, ainda conforme disseste, claro que o tema iria girar polêmica, o que é, na sintese, o pensamento inicial. Sem protestos ou contestações tudo se estagna, não deixando espaços para réplicas ou tréplicas.
Grande abraço
jurandir_lima@bol.com.br

AC disse...

Obrigada pela visita :)


Gostei muito do blog! Esta lista está algo de extraordinário :D

Por que você faz poema? disse...

Considero o tio Charlie de Joseph Cotten, em "A Sombra de uma Dúvida", insuperável. Sua dualidade é fascinante. E mais recentemente o coronel nazista Hans Landa, interpretado por Christoph Waltz em "Bastardos Inglórios", de Quentin Tarantino.

Anônimo disse...

QUEM DIZ
QUE FALTOU
ESSE TAL DE
BATMAN
NAO CONHECE
NADA DE CINEMA.
MELHOR IR
JOGAR VIDEOGAME
E COMER PIPOCA
EM BLOCKBUSTER.

PARABÉNS PELO BLOG!

Darci Fonseca disse...

Tony, magnífica lista com grandes lembranças... Barbara em Pacto de Sangue está memorável. Você lembrou de apenas um vilão dos faroestes, o Wilson de Jack palance em Shane. Mas ele não poderia nem limpar as botas de Lee Marvin, o Liberty Valance de John Ford, o suprasumo dos vilões de qualquer westerns. E o café no rosto de Gloria Grahame, e Lee em Os Assassinos... Um abraço.

Edivaldo Martins disse...

AMAR FOI MINHA RUINA UM EXCELENTE DRAMA. A VILÃ GENE TIERNEY ESTÁ MARAVILHOSA - ELA É LINDÍSSIMA. PARABÉM, PELA PÁGINA...

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Os Coringas de Heath Ledger e Jack Nicholson são fenomenais, Renato.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

ENSINA-ME A VIVER já é um clássico, Kuki. A Ruth Gordon era genial, super marcante, pena que atuou pouco (como atriz) no cinema.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Gustavo, Laughton em O GRANDE MOTIM quase entrou na lista, mas terminei optando por uma única interpretação de cada ator. Quanto a Bette de PÉRFIDA aconteceu o mesmo, e embora goste muito mais deste filme, acho a interpretação dela em BABY JANE mais bizarra. Uma vilã doida de pedra. Só uma assim para dar o equilíbrio necessário, convencendo a Joan Crawford como vítima fragilizada.

Rafael Carvalho disse...

Como já disse Hitchcock, quanto melhor o vilão, melhor o filme. Grande lista. Me lembrei aqui da Louise Fletcher de Um Estranho no Ninho e da Kathy Bates em Louca Obsessão. Mas bons vilões existem aos montes por aí!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

O Robert Ryan de O PREÇO DE UM HOMEM quase entrou, Edivaldo... Realmente é uma grande interpretação de um papel pra lá de perverso.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

A Angela Lansbury recusou o papel da enfermeira em UM ESTRANHO NO NINHO? Que pena! Se não fosse a presença da canastrona Louise Fletcher - ô Oscar injusto! - UM ESTRANHO NO NINHO seria perfeito, Rodrigo.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Boa pergunta, Júnia, "o que terá acontecido a Baby Jane?" O que vc acha?

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Jurandir (Faroeste), realmente o Edward G. Robinson fez excelentes vilões. Ele quase entrou na lista com ALMA NO LODO. É um dos meus atores favoritos.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Lembrou bem, Herculano (Por Que Você Faz Poema?), Cotten e Waltz roubam a cena nesses filmes.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Nem me fale, Darci, me deu uma agonia não incluir o Lee Marvin de OS CORRUPTOS. A cena dele jogando café fervendo no rosto de Gloria Grahame é impagável.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Realmente é uma maravilhosa interpretação de Gene Tierney, Edivaldo. Surpreendente. Merecia o Oscar. Ela supera a Joan Crawford de ALMAS EM SUPLÍCIO (a vencedora daquele ano).

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Não gosto da Louise Fletcher, Rafael, mas a Kathy Bates em LOUCA OBSESSÃO é digna de qualquer lista dos melhores vilões.

Jamil disse...

Fiquei perturbado com o vilão de Robert Mitchum em "O mensageiro do diabo". A Joan Bennett está muito bem como vilã em "Almas perversas". Faltou também a Joan Crawford. Suas vilãs são impecáveis e monstruosas.

debora disse...

Sou suspeita. Quase sempre torço pelo vilões...kkkk... Acrescento à lista: Henry Fonda em Era uma vez no Oeste, Tony Curtis em O homem que odiava as mulheres, Karl Bohm em A tortura do medo e Linda Blair em O exorcista.
Beijinho

debora disse...

Obrigada pela informação, Antonio. Morro de vontade de conhecer o período sueco/juvenil da minha musa Ingrid Bergman.

Rubi disse...

Mas que post fantástico!
Sempre gostei mais dos vilões do que dos mocinhos. E claro; da lista, minha preferida é a Bette Davis; já perdi as contas de quantas vezes assisti 'What Ever Happened to Baby Jane' o filme chega a ser bizarro.

Marina Vianna disse...

Uau!!! Adoooooooorei a seleção :D Só os melhores dos clássicos :)
bjos

Marcelo Bonavides disse...

Olá!
Não passei antes pq estava com problemas no note.
Que bela galeria de vilões!
Gosto muito de GENE TIERNEY em Amar foi minha ruina. Ela está magnífica!

Laércio Cunha disse...

A Ruth Gordon e a Gleen Close sempre me meteram medo heha E o Dennis Hopper é um cara que sempre respeitei, a facilidade dele em interpretar vilões era única.

Tem texto novo em meu blog
http://thecinefileblog.blogspot.com/2011/07/eu-sou-o-numero-quatro-analise.html
abração!

As Tertulías disse...

de uma coisa estou ceto - e esta postagem me comprova o que pensava... já nao se fazem viloe como antigamente :-)) Amei...

Paulo Jorge Dumaresq disse...

Vilões não faltam no cinema.
São inumeráveis.
Claro que todo cinéfilo tem os seus preferidos.
Ótimo o blog, Antonio.
Parabéns!
Estou seguindo.

Edivaldo Martins disse...

HOPE EMERSON MEIO-MACHONA, MAS GRANDE ATRIZ!

Pedro Pólvora disse...

Hope Emerson fez um trabalho convincente,l em Caged, ninguém poderia ter jogado o seu melhor.

linezinha disse...

excelente lista Antonio! minhas vilãs preferidas é a Bette Davis e a Gene Tierney em Amar foi minha ruína.
Muito bom esse lançamento desses 3 filmes suecos da Ingrid,Antonio já ta a venda os dvds?

Érico Cordeiro disse...

Maravilhoso o seu blog, Antônio. Realmente genial - já está entre os meus favoritos.
Vilões são sempre um grande atrativo - imagine o cinema sem eles... Impossível.
Gosto muito do Louis Cipher, diabólica (sem trocadilhos) interpretação de Robert De Niro.
Mas Little Bill Daggett, magistral interpretação de Gene Hackman em Os Imperdoáveis, e o sádico Christian Szell, feito por um Laurence Olivier em estado de graça (em Maratona da morte) também merecem figurar em qualquer lista.
Um grande abraço e parabéns pelo trabalho primoroso, Antônio.
Aproveito para convidar você para conhecer o blog Jazz + Bossa, cujo endereço é:
http://ericocordeiro.blogspot.com/
E uma sugestão: que tal falar sobre filmes cuja trilha sonora seja à base do jazz, como Poucas e Boas, de Woody Allen, O Homem do prego (dirigido por Sidney Lumet e com trilha de Quincy Jones), Anatamia de um crime (de Otto Preminger, com trilha de Duke Ellington), A Embriaguez do Sucesso (onde os temas são executados pelo grupo do baterista Chico hamilton) ou Quero viver (a cargo do saxofonista Gerry Mulligan).
Grande abraço.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Os DVDS de Ingrid já estão à venda, Linezinha.
Tudo de bom,

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Foi realmente difícil, Érico, selecionar tão poucos vilões num universo cinematográfico infinito. Os personagens de Gene Hackman e Laurence Olivier, citados por você, ficaram entre os finalistas. Possivelmente farei uma segunda parte.
A idéia de um post sobre filmes com trilha sonora à base de jazz é muito boa. Aguarde.
Abraços e obrigado,

Fabrício Brandão disse...

Bravo, amigo!

Abração,

Fabrício

GIANCARLO TOZZI disse...

Faltou o maior de todos: Anthony Hopkins, o Hannibal Lecter de O silêncio dos inocentes. Ele tá ganhou Oscar. O que houve?

Kley disse...

Além dos já citados, eu incluiria também:
Robert De Niro - Coração Satânico, Os Intocáveis
Burt Lancaster e Tony Curtis - A Embriaguez do Sucesso
Lionel Barrymore - A Felicidade Não se Compra
Walter Brennan - Paixão de Fortes
Stephen Boyd - Ben-Hur
Paul Scofield - As Bruxas de Salém
Ralph Fiennes - A Lista de Schindler
Sydney Greenstreet - O Falcão Maltês
Peter Lorre - M, o Vampiro de Düsseldorf
Orson Welles - A MArca da Maldade
Rutger Hauer - Blade Runner
Lee J. Cobb - O Homem do Oeste
Lee Marvin - O Selvagem
Anthony Perkins - Psicose
Kirk Douglas - Fuga do Passado
Isuzu Yamada - Trono Manchado de Sangue

Lana Turner em Os Três Mosqueteiros é a vilã mais bela do cinema.

d. bohn disse...

Sempre que olho teu blog vejo algo que me interessa e depois eu saio por ai buscando informações, dessa vez foi GENE TIERNEY, que linda!

Obrigado por essa cultura restrita!

Andressa Vieira disse...

A repercussão do post já diz tudo! Para mim, Bette Davis é sempre a melhor... parece ter nascido para fazer vilãs. Não conheço muito dos outros... mas "da minha geração", gosto bastante de Angelica Houston (que já tem aquele tchan das vilãs) e da Gleen Close. Mas se tem uma que não sai da minha cabeça é a Catherine Keener como Gertrude Baniszewski, em Um Crime Americano. A pior espécie de vilãs. Abraços, querido!

John Lester disse...

Excelente seleção amigo, acrescentaria apenas Malcolm MacDowell, como Calígula.

Grande abraço, JL.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Não só Hopkins, Giancarlo, faltaram inúmeros... mas a lista é curta... O Hannibal realmente é jogo duro, assustador.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Obrigado a você, D. Bohn. Fez uma bela descoberta. A Gene Tierney é uma atriz muito especial e uma mulher belíssima. Sou louco por ela.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

A Anjelica Huston quase entrou na lista como a vilã de OS IMORAIS, Andressa. Soberba. A Catherine Keener é ótima, mas nunca assisti UM CRIME AMERICANO. Fiquei curioso.

LUNA disse...

Gosto muito do ator PETER USTINOV...

SONIA COUTINHO disse...

OK, Antonio Junior,
já dei minha olhada nos vilões - e curti.
Obrigada.
Da Sonia Coutinho

Hilton Valeriano disse...

Você faz um belo trabalho em seu blog. Um abraço.
Hilton Valeriano

André disse...

Legal a matéria dos vilões, parabéns.

alan raspante disse...

Dos citados que eu vi, gosto muito da Baby Jane! hahaha

Neila Tavares disse...

Grande abraço. Estou te vendo sempre.

Neila

Neuza Pinheiro disse...

salve Antonio

acompanho seu blog e gosto muito
grande abraço!

Mara Paulina Arruda disse...

Acabei de ver o seu Falcão Maltês. Muito chique!! Se parece com o autor. Um abraço Antonio nahud Júnior. bom fim-de-semana.

Madame Lumière disse...

Que blog fantástico! Amei isso tudo aqui!

Abraços

MaDame Lumiere

railer disse...

os vilões são demais!

gostei de ter lembrado da glenn close no 'ligações perigosas'.

Jorge Carrilho disse...

TENHO ASSISTIDO '" LAURA ' sempre que aparece
com Clifton Webb Gene Tierney com música tema que é das mais lindas.
Os Miseráveis vale sempre rever. Talvez por serem" do meu tempo"...
J.R.Carrilho

annastesia disse...

Definitivamente, os vilões são os melhores e nesse rol estão apenas top de linha. Stanwyck magnífica, Bette eterna, Judith e Walker - os meus vilões favoritos dos filmes do mestre Hitch, Laughton imponente, Gene linda, Hopper aterrorizante, Mitchum impecável, Ruth perfeita e, claro, Widmark de quem morro de medo mesmo quando não faz o papel de vilão. Uma beleza essa lista!

Paty *Abusada disse...

Adorei a postagem! Eu ando comentando pouco porque, enfim, a vida está uma loucura como sempre, mas sempre venho ler seus posts.

Abraços

Faroeste disse...

Nahud,

Gene Tierney é a vilã mais bela que o cinema já mostrou. Em Amar Foi Minha Ruina ela está demais!
jurandir_laima@bol.com.br

Alex Alves da Costa disse...

Ótima lista!!!

Sibely Vieira Cooper disse...

Realmente indispensáveis , e todos mencionados são inesquecíveis. Bela matéria

Charles Marques disse...

Faltou o oficial espanhol de "O Labirinto do Fauno", pra mim sem dúvida é um dos grandes vilões do cinema.

Charles Marques disse...

Também tem um super famoso, "DARTH VADER"

Eraldo Urano disse...

Gene talvez a vilã mais linda do cinema neste filme que amo. Gene também fez um papel em "O Fio da Navalha" em que não era boazinha. Mas neste era uma mulher cruel.

Leonardo Baricala disse...

Amo a Condessa de Merteuil! Só Glenn pode fazê-la melhor do que no livro! E confesso que não vejo problema em citar Bette Davis duas vezes. Pérfida já sabia que entraria na lista, mas Baby Jane para mim é mais uma vítima do que vilã... pensei até que a outra vilã da Bette seria sua personagem em 'Nascida para o mal,' ou 'A Carta'...

Bettina Mueller disse...

Gosto muito de Glenn Close em A Casa dos Espíritos. Pérfida Ferula!!!

Leonardo Baricala disse...

Bette em Escravos do Desejo é uma ótima pedida!

Cida Guimarães disse...

Amo essa mal... vada Glenn Close,Sou apaixonada . Tenho uma atração fatal por ela. Bjs amigo .

David Raphael disse...

Lista maravilhosa!

Cristiano Contreiras disse...

"WAR!"

Kley Coelho disse...

A lista não poderia ser melhor. Lancaster em "A Embriaguez do Sucesso" é um dos vilões mais cínicos do cinema.

Ary Ximendes disse...

A lista está muito boa, mas faltou o Coringa de Heath Ledger, o Agente Smith de Matrix e alguns arquivilões de 007... Acho melhor fazer a parte 2 e aumentar para 100. rsrs

Paulo Braz Clemencio Schettino disse...


Gene Gene Gema - que perfil e olhar!!!

Madalena Mendonça disse...

Que lista incrível

Thais Negrão Furini disse...

Adoro a atriz Glenn Close!

Sibely Vieira Cooper disse...

É uma boa lista de vilões.

Sonia Brazão disse...


Love...... .O que seria do cinema sem os vilões? Eles dão aquela apimentada nos filmes e a emoção triplica. Excelente lista: os mais mais estão aqui.

Marcos Pedini disse...

Perversão e requintes de crueldade são temas pra la de classicos, desde a literatura dos contos de fada, desde o Lobo Mau e Chapeuzinho Vermelho e os Tres Porquinhos e a Bruxa e a Branca de Neve e os Sere Anões e fakes que usam a identidade de Jane Hudson para destilar as suas ofensas, ah, Nahud, como essa desgracada disse que sou disléxico nem consigo ler o que escrevo pq essa "Jane Hudson", que ja foi menina prodigio, me dão nojo e é verdade Sonia Brazão, o bem e o mau caminham lado a lado, desde o Dr No a Darth Vader, é o maniqueísmo

Zita Salviano disse...

Ótima escolha, assisti quase todos esses filmes, fica muito dificil escolher o melhor. Tenho uma ligação muito grande com "REBECA, A MULHER INESQUECÍVEL"

Melissa Pereira disse...

James Cagney, Judith Anderson

Anônimo disse...

Olá. Gosto demais do seu blog. Posso deixar uma sugestão? Por que não escreve sobre Akira Kurosawa? Abraços.

Jorge Domingos de Freitas disse...

Me parece que Gary Oldman é campeão em papéis de vilão...