novembro 27, 2010

******* QUANTAS VEZES LIZ TAYLOR SE CASOU?


         
Reconhecida como a última grande estrela de Hollywood, a formosa britânica ELIZABETH TAYLOR reinou soberana durante quatro décadas, sendo seu período áureo de 1951 a 1969. Admirada por seus incríveis olhos de cor violeta, fez seu primeiro filme aos 10 anos e ganhou dois Oscar de Melhor Atriz, em 1960 como a prostituta Gloria Wandrous de “Disque Butterfield 8”, e em 1966 como a envelhecida e neurótica Martha do clássico “Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?”. Confesso que muito raramente ela me comoveu como atriz (estava admirável como anti-heroína fitzgeraldiana em "A Última Vez que Vi Paris"), principalmente por sua voz curta e enjoativa, mas respeito a sua trajetória impecável. Amiga íntima de atores gays como Montgomery Clift e Rock Hudson, compulsiva colecionadora de jóias, alcoólatra e com inúmeros problemas de saúde, tornou-se a atriz mais bem paga do mundo na década de 1960. Liz, como é mais conhecida, encheu páginas e mais páginas de tablóides e colunas de fofocas com os seus rumorosos casamentos. Oito ao todo. "Para mim, a felicidade se resume em colecionar amores", declarou certa vez.

Aos 18 anos, em 1950, casou-se com Conrad Hilton Júnior, rico herdeiro de uma cadeia de hotéis e tio-avô de Paris Hilton. Quando a atriz abortou involuntariamente, depois de ter sido espancada pelo marido, pediu o divórcio. Estava casada há oito meses;

Em 1952, veio o casamento com o empostado ator inglês Michael Wilding, 20 anos mais velho. Resistiu cinco anos e gerou dois filhos;

O terceiro marido, o milionário e produtor de cinema Mike Todd (Oscar por "A Volta ao Mundo em 80 Dias"), considerado um dos seus maiores amores, morreu num acidente aéreo antes de completar um ano de casado, em 1958;

Em 1959, Liz estava nos braços do cantor Eddie Fisher, viciado em drogas, marido de sua amiga Debbie Reynolds e melhor amigo de seu falecido marido. Chamada de destruidora de lares, no primeiro escândalo de sua carreira, ficou três anos com ele até se divorciarem;

Durante as filmagens de “Cleópatra”, em 1963, conheceu Richard Burton, terminando por casar duas vezes com ele, em 1964 e 1975, sendo que a segunda união durou apenas nove meses. Um romance tempestuoso marcado por brigas homéricas, infidelidades e muito uísque;

Aos 44 anos, em 1976, casou com o senador republicano John Warner. Divorciaram-se em 1981;

Em 1991, chocou o mundo ao anunciar seu oitavo casamento com o caminhoneiro e operário de construção Larry Fortensky, 22 anos mais jovem que a atriz. Eles se conheceram na Betty Ford Clinic tratando-se de alcoolismo e a celebração ocorreu no rancho Neverland, de Michael Jackson, custando uma fortuna. Em 1996, veio o divórcio, com ela alegando diferenças irreconciliáveis;

Atualmente com 78 anos, ELIZABETH TAYLOR desde 2007 vive com o empresário Jason Winters. “O Jason é um dos homens mais maravilhosos que conheci”, disse a atriz, que conheceu o namorado durante uma viagem ao Havaí. Entretanto, parece estar escaldada, afinal ainda não se casou oficialmente com ele.

o primeiro casamento: com conrad hilton jr.

10 comentários:

Kley disse...

Liz Taylor é dona dos olhos mais exuberantes entre todas as estrelas de Hollywood. Em Um Lugar ao Sol ela com toda sua beleza perturba a mente fraca de Montgomery Cliff, levando-o ao desespero.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Como esquecer Mont em "Um Lugar ao Sol", Kley? Sua atuação é impressionante e o filme genial.

Jamil J. Landim disse...

Ela fez parte do imaginário erótico-onanistico da minha adolescência! Pra mim ela sempre será a mais sexy rejeitada da história do cinema – falo de Gata em Teto de Zinco Quente. Sonhei muito com seus olhos violetas!

Roderick Verden disse...

Linda demais! Sempre curti muito o casal Elizabeth Taylor e o grande, o boca de golo, Richard Burton. No meu blog beldadedaminhavida.blogspot.com tenho o costume de postar foto do simpático casal.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Roderick, nunca gostei nem da Liz nem do Burton. Talvez por isso ache "Quem Tem medo de Virgínia Woolf?" e "A Megerada Domada" os melhores filmes que fizeram juntos. São filmes em que eles brigam o tempo todo... rs

Victor Tanaka disse...

Adoro Elizabeth Taylor. Ela é linda e muito talentosa. (:

Se ela tivesse se casado comigo, nada disso teria acontecido, haha.

Anônimo disse...

Liz é a minha musa. Gosto de assistir aqueles filmes da década de sessenta, setenta, enfim, onde tem Liz está tudo lindo demais! Valeu esse site. Lindo trabalho, Antonio.
Bjs
Belvedere

Faroeste disse...

Descobri esta linda mulher em A Ultima Vez Que Vi Paris. E me encantei, não apenas por ela, mas com o filme, que voltei a rever mais de 50 anos depois, na TV.
Mas esta extraordinária atriz é dona de um rosário de belos filmes e interpretações soberbas, onde destaco Giant, de George Stevens,
jurandir_lima@bol.com.br

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

"A Última Vez Que Vi Paris" é um filme belíssimo, Jurandir. Pena que o mocinho é o insosso Van Johnson.

Mirna disse...

Elizabeth Taylor, uma grande atriz, uma grande mulher. Além disso, ela tem uma imagem imaculada. Eu acho que por um longo tempo foi contratada pela marca Revlon para promover seus produtos.