abril 01, 2017

********** TONY CURTIS – GALÃ de OLHOS AZUIS



Ele foi um dos mais populares atores de Hollywood. Morreu de uma parada cardíaca, aos 85 anos, em sua casa em Henderson, no Estado de Nevada, EUA. Os problemas cardíacos de TONY CURTIS (Nova York. 1925 – 2010) começaram em 1994. Ele havia se submetido a uma cirurgia, recebendo uma ponte de safena. “Na realidade, eu era perfeito: bonito, são de corpo e de espírito.”, disse o astro, pouco antes de morrer, recordando sua juventude numa entrevista. Tem fundamento. No auge do sucesso, na segunda metade da década de 1950, eram poucas as garotas que resistiam ao seu charme. Namorador incorrigível, na sua lista de conquistas figuraram nomes como Marilyn Monroe, Natalie Wood, Janet Leigh e mil mulheres, de acordo com sua autobiografia. Contudo, nos anos 70, a cocaína, o álcool e filmes ruins lhe roubaram a beleza e energia.

Filho de imigrantes húngaros, batizado como Bernard Schwartz, cresceu nos fundos da humilde alfaiataria do pai. Tão pobre que foi obrigado a passar um tempo num orfanato. Em sua autobiografia de 2008, “American Prince: A Memoir”, fala abertamente sobre a infância miserável e os abusos que sofreu nas mãos da mãe diagnosticada como esquizofrênica. Em 1938, perdeu a pessoa mais importante para ele, seu único irmão, Julius, que foi atropelado e morreu. Pai da atriz Jamie Lee Curtis, de quem viveu separado durante boa parte da vida, admitiu que foi um fracasso como pai.

Serviu a marinha na Segunda Guerra Mundial. Começando a atuar depois de dar baixa. Fez algumas peças, até ser descoberto pelo famoso produtor David O. Selznick (“... E o Vento Levou / Gone with the Wind”). Em 1948, devido ao belo porte, assinou contrato de sete anos com a Universal International Pictures, sendo matriculado em aulas de esgrima e montaria. Trocaram seu nome para TONY CURTIS, e logo se tornou uma estrela. Como Elvis Presley, ditou moda, com muita gente imitando seu corte de cabelo com topete e gel modelador. Sua primeira performance foi uma aparição de dois minutos no clássico noir “Baixeza / Criss Cross” (1949), em que faz ciúmes a Burt Lancaster dançando com Yvonne De Carlo.  

Inicialmente mocinho em películas de aventura, converteu-se em intérprete elogiado graças a dramas como “A Embriaguez do Sucesso” e “Acorrentados”, pelo qual recebeu sua única indicação ao Oscar de Melhor Ator, como um fugitivo racista convicto algemado a um negro, interpretado por Sidney Poitier. O seu primeiro papel principal foi em “O Príncipe Ladrão / The Prince Who Was a Thief” (1951), de Rudolph Maté, em que foi bastante criticado por fazer um príncipe árabe com um forte sotaque nova-iorquino. Apesar das críticas, acabou se tornando um ídolo adolescente, graças à sua boa aparência e ao seu carisma. 

tony e janet leigh
Em 1959, TONY CURTIS protagonizou uma das comédias mais aclamadas de Hollywood, “Quanto mais Quente Melhor”, do mestre Billy Wilder, contracenando com Marilyn Monroe e Jack Lemmon. Seu personagem se disfarça de mulher para fugir da máfia. Anos depois, o ator revelou ter engravidado a estrela. Fez sucesso com o épico “Spartacus” (1960), onde se destaca sua famosa cena, com conotações homossexuais, ao lado de Sir Laurence Olivier.

Atuou em mais de uma centena de filmes e casou-se seis vezes. - a primeira delas com a atriz Janet Leigh, de junho de 1951 a setembro de 1962, que mais tarde ele admitiu que tinha objetivo publicitário. Por um bom tempo eles foram o casal de ouro de Hollywood, capas de inúmeras revistas. Fizeram juntos cinco filmes. Depois de se divorciar de Janet, casou com a atriz austríaca Christine Kaufman, que conheceu ao filmar “Taras Bulba / Idem” (1962). Após superar uma batalha contra o álcool e as drogas que durou muitos anos e arruinou seu físico de belos olhos azuis, o ator retornou à televisão e ao cinema. Outra tragédia em sua vida aconteceu quando seu filho Nicholas morreu de overdose de heroína, aos 23 anos.

Depois de parar de atuar, ele se dedicou à pintura. Em 1989, vendeu obras no valor de mais de US$ 1 milhão em uma exposição em Los Angeles, na Califórnia. Uma das suas telas faz parte da coleção permanente do Museu de Arte Moderna de Nova York. Em 1989, lançou um vídeo em que dá dicas de exercícios físicos para pessoas com mais de 50 anos. Sua última mulher, Jill Vanderberg, 45 anos mais nova que ele, ajudava o marido aposentado a cuidar de um refúgio para cavalos vítimas de abandono ou abuso, na divisa dos estados da Califórnia e de Nevada. 

Não sou fã de TONY CURTIS. Antipático, cara de playboy bebum, ator de pouco fôlego. Tampouco nego sua importância cinematográfica, principalmente como comediante. Em 2008, numa entrevista, ele falou sobre sua ascensão ao estrelato, marcada em primeiro lugar pelo sexo, e a decadência que se seguiu ao mergulhar no mundo das drogas. “Acho que não fiz os filmes que deveria ter feito”, concluiu, admitindo ter recusado papeis que acabaram sendo aceitos por seus colegas Marlon Brando e Paul Newman, entre outros.

tony no clássico “quanto mais quente melhor”
10 FILMES de TONY
(por ordem de preferência)

01
EMBRIAGUEZ DO SUCESSO
(Sweet Smell of Success, 1957)

de Alexander Mackendrick
com Burt Lancaster

02
QUANTO MAIS QUENTE MELHOR
(Some Like It Hot, 1959)

 de Billy Wilder
com Marilyn Monroe e Jack Lemmon

03
SPARTACUS
(Idem, 1960)

 de Stanley Kubrick
com Kirk Douglas, Laurence Olivier, Jean Simmons,
Charles Laughton, Peter Ustinov e John Gavin

04
VIKINGS, OS CONQUISTADORES
(The Vikings, 1958)

 de Richard Fleischer
com Kirk Douglas, Ernest Borgnine e Janet Leigh

05
ACORRENTADOS
(The Defiant Ones, 1958)

de Stanley Kramer
com Sidney Poitier

06
UM AMOR DO OUTRO MUNDO
(Goodbye Charlie, 1964)

de Vincente Minnelli
com Debbie Reynolds, Walter Matthau, Pat Boone
e Ellen Burstyn

07
O HOMEM QUE ODIAVA AS MULHERES
(The Boston Strangler, 1968)

de Richard Fleischer
com Henry Fonda e George Kennedy

08
DE FOLGA PARA AMAR
(The Perfect Furlough, 1958)

de Blake Edwards
com Janet Leigh, Linda Cristal e Troy Donahue

09
MÉDICA, BONITA E SOLTEIRA
(Sex and the Single Girl, 1964)

de Richard Quine
com Natalie Wood, Henry Fonda,  Lauren Bacall
e Mel Ferrer

10
O GRANDE IMPOSTOR
(The Great Impostor, 1961)

de Robert Mulligan
com Karl Malden, Edmond O`Brien, Arthur O`Connell
 e Raymond Massey


GALERIA de FOTOS
 
 

34 comentários:

Inácia Amorim disse...

O mais lindo! Saudades!

LÚCIA HELENA disse...


Tony Curtis! Que beleza! O ator fez parte da melhor época de minha vida - a adolescência e mocidade - e, até os dias de hoje, quando o TCM anuncia um filme com ele, fico em casa para curtir o que, no passado, fez festa em meus sonhos.

Lúcia Helena Pereira
21 de outubro de 2010 19:41

E. SANCHES disse...


Este é um ator que realmente vai deixar saudade.
Quem não se lembra de "Taras bulba" ao lado de Yul Brinner. Suas comédias romanticas na sessão da tarde e um em especial que não esqueço e foi muito engraçado que assisti ainda na adolescencia, "Monsieur Cognac", acho que filmado na França. Enfim Toni Curtis foi um ator completo e merece seu respeito no Hall da Fama.

helenahistory disse...


primo
poucos homens foram tão lindos e sedutores com Tomy Curtis, dentro e fora das telonas. É uma grande perca.

Angela Pieruccini disse...

Porque será que ele detestou tanto a MM?

Washington Gomes disse...

Ele não soube aliar o glamour ao pessoal..

Alberto Fortunato disse...

Tony Curtis. Sou fã

Renan Pinheiro disse...

Peter O'Toole foi outro que perdeu a beleza para o álcool. Robert Wagner, por outro lado, ainda era bonito aos 60 anos, mas atualmente já virou um velhinho.

Maria Jose Saffi Boso disse...

Era lindo . Filme com ele sucesso na certa . O primeiro que vi foi :Hienas do pano Verde . O melhor , Qto mais quente melhor , que linda mulher . E Taras Bulba .

Delza Schaun disse...

Talvez o homem mais lindo do cinema

Hilda da Rocha disse...

Lindo!

Roseli Caruso disse...

LINDO de viver !
Não perdia um filme seu.

Marlene Menezes disse...

Lindo!

Maria Regina Lima disse...

Bonito demais aff...

Marina Martinelli disse...

Muito muito muiiiito bonito.

Mario Gordilho disse...

adoro!

Maria Jose Saffi Boso disse...

Era lindo , filmes com ele lotavam o cinema .

Paulo Azevedo disse...

...Tony Curtis faleceu aos 85 anos no Dia 29 de Setembro de 2010...

Fatima Cedraz disse...

Que maravilha. Adorei essa biografia de Tony Curtis.

Nanete Neves disse...

Minha mãe suspirava por ele....rs

Marlene Menezes disse...

Era lindo damais

Rita Atir Guedes disse...

Era um pecado ambulante! (rs)

Valéria Rocha disse...

Lindo grande ator

Aurelio Cardoso disse...

Seu grande papel o estrangulador de boston ..
O homem que odiava as mulhetes .

Eraldo Urano disse...

Bom ator, além de bonito. Sua segunda esposa, a atriz alemã Christine Kaufmann, morreu dia 28 de março, vítima de leucemia.

Silvia Maria Gomes Armede disse...

Tão lindo!

Maria Madalena Santos disse...

Era bonito, mas não era tão bom ator.

Hildecy Souza disse...

ERA MUITO LINDO ..

Zelci Rigatti disse...

Lindo de mais

Itamar Morgado disse...

Ver Trapezio (1956) em que disputava Gina Lollobrigida com Burt Lancaster...

Ana Maria Borocco disse...

Pra lá de charmoso e lindo! Um sonho!

Iara Casenave disse...

Vixe, amigo!
Impressionante como você é parecido fisicamente c ele nessas fotos! Não acha?
No primeiro momento quando olhei essa foto maior, pensei q era você. 😄

Fran Lopes disse...

Simplesmente deslumbrante!

Maria Regina Lima disse...

Era um charme e muito lindo, vi bons filmes com ele