Caros Amigos

dezembro 06, 2011

************ OS MELHORES FILMES DE 2011


9º lugar para "A Pele Que Habito"
Se você é um grande fã de filmes, assim como eu, provavelmente já está preparando a sua tradicional lista dos MELHORES FILMES de 2011. Ao contrário de outros tempos, não tive nenhuma dificuldade para montá-la, afinal este ano foi marcado por um excesso de produções cinematográficas descartáveis, de olho exclusivamente na bilheteria. Como parâmetro para esta lista, usei filmes exibidos no Brasil (festivais, mostras, circuito ou lançados diretamente em DVD) nos últimos doze meses. O critério de escolha foi exclusivamente pessoal e por ordem de preferência. Sabemos também que gosto é muito particular e que algumas películas que ficaram de fora podem causar certa, digamos, celeuma. Ainda assim, sem mais delongas, vamos aos filmes:

(01)
A ÁRVORE DA VIDA 
(The Tree of Life, EUA, 2011)
de Terrence Malick

(02)
CONTRA CORRENTE 
(Contracorriente, Peru  / Colômbia / 
França / Alemanha, 2009)
de Javier Fuentes-Léon

(03)
MELANCOLIA 
(Melancholia, Dinamarca / Suécia 
/ França / Alemanha, 2011)
de Lars Von Trier

(04)
DOS HOMENS E DOS DEUSES 
(Des Hommes Et Des Dieux, França, 2010)
de Xavier Beauvois

(05)
PINA 
(idem, Alemanha/França
/Inglaterra, 2011)
de Wim Wenders

(06)
CÓPIA FIEL 
(Copie Conforme, França/ 
Itália/Bélgica, 2010)
de Abbas Kiarostami

(07)
O MÁGICO 
(L’Illusionniste, França/Inglaterra, 2010)
de Sylvain Chomet

(08)
O PALHAÇO 
(Brasil, 2011)
de Selton Mello

(09)
A PELE QUE HABITO 
(La Piel Que Habito, Espanha, 2011)
de Pedro Almodóvar

(10)
NÃO ME ABANDONE JAMAIS 
(Never Let Me Go, Inglaterra/EUA, 2010)
de Mark Romanek

TROFÉU "O FALCÃO MALTÊS" 2011


Melhor Filme:
A ÁRVORE DA VIDA
(Dede Gardner, Sarah Green, Grant Hill, 
Brad Pitt e Bill Pohlad /Brace Cove Productions, 
Cottonwood Pictures, Plan B Entertainment)

Melhor Diretor:
TERRENCE MALICK (“A Árvore da Vida”)

Melhor Roteiro:
JAVIER FUENTES-LÉON (“Contra Corrente”)

Melhor Fotografia:
MANUEL ALBERTO CLARO (“Melancolia”)

Melhor Atriz:
CHARLOTTE GAINSBOURG (“Melancolia”)

Melhor Ator:
MICHEL PICCOLI (“Habemus Papam”)

*******

CINE-JORNAL

EUROPEAN FILM AWARDS


Talvez o prêmio cinematográfico mais importante da Europa, o European Film Awards (EFA) cumpre o seu papel de celebrar os melhores do cinema europeu desde 1988, premiando filmes como “Terra e Liberdade / Land and Freedom” (1995), “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain / Le Fabuleux destin D’Amélie Poulain” (2001) e “O Escritor Fantasma / The Ghost Writer” (2010). Esta semana, durante uma cerimônia realizada em Berlim, foram conhecidos os vencedores de 2011. O poético “Melancolia / Melancholia”, de Lars Von Trier, foi considerado o Melhor Filme Europeu do Ano. Indicado em oito categorias, ainda levou mais dois prêmios, de Fotografia e Direção de Arte. Os Prêmios de Melhor Ator e Melhor Atriz foram respectivamente atribuídos aos ingleses Colin Firth (“O Discurso do Rei / The King’s Speech”) e Tilda Swinton (“Precisamos Falar sobre o Kevin / We Need to Talk About Kevin”). Já a dinamarquesa Suzanne Bier (“Em Um Mundo Melhor / In a Better World”, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro) foi considerada a Melhor Diretora Européia de 2011, vencendo os irmãos Dardenne, Von Trier, Aki Kaurismaki e Béla Tarr. Não é pouca coisa. Os excelentes veteranos Michel Piccoli e Stephan Frears levaram prêmios especiais. Confira a lista de vencedores:

Melhor Filme: “Melancolia”, de Lars von Trier; Melhor Diretor: Susanne Bier (“Em Um Mundo Melhor”); Melhor Atriz: Tilda Swinton (“Precisamos Falar sobre o Kevin”); Melhor Ator: Colin Firth (“O Discurso do Rei”); Melhor Roteirista: Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (“O Garoto de Bicicleta / Le Gamin au Vélo”); Melhor Fotografia: Manuel Alberto Claro (“Melancolia”); Melhor Editor: Tariq Anwar (“O Discurso do Rei”); Melhor Direção de Arte: Jette Lehmann (“Melancolia”); Melhor Compositor: Ludovic Bource (“O Artista / The Artist”); Melhor Documentário: “Pina / Idem”, de Wim Wenders; Melhor Animação: “Chico & Rita”, de Fernando Trueba, Javier Mariscal e Tono Errando; Melhor Curta-Metragem: “The Wholly Family”, de Terry Gilliam; Prêmio Honorário: Michel Piccoli; Prêmio Carreira: Stephen Frears.

86 comentários:

renatocinema disse...

Bela lista. Os que eu vi assino embaixo.


Entre os principais faltam: Melancolia e Pele que Habito.

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Nossa Antonio, nessas horas vejo como sou fanático pelo cinema antigo, vc acredita que não vi nenhum desses filmes? é muito difícil eu assistir filmes recentes, e geralmente os que vejo é quando por algum azar ou sorte não sei, estou no shopping e alguns amigos fazem questão de assistir alguma coisa, mas eu sempre vejo com um certo receio... kkkk o último recente que vi foi a bomba melosa e sem graça, AMANHECER...arrgh.... abraços

Marcelo C,M disse...

Realmente teve muitos filmes de grande orçamento que foram lançados unicamente para render dinheiro, contudo, foram os pequenos filmes (mas com muito a dizer) que tornaram 2011 um ano muito melhor se comparado a 2010. O ano começou já arrebentando com Cisne Negro, hipnotizante com Copia Fiel, deslumbrante com Melancolia e fantástico com Arvore da vida.

Opsss, já estou me adiantando com a minha lista hehehehehe

Enaldo disse...

Gostei muito de Melancolia, melhor filme de 2011 para mim, e Sobre Homens e Deuses, excelente. Cópia Conforme vale pela Binoche, mas aquela discussão de "marido e mulher" é bem chatinha. O último Malick vale mais pelas imagens, mas é muito fundamentalista, muito arrastado. O Ilusionista é tão obra prima que eu adquiri o dvd original. Ainda não vi o último Almodóvar. Também não vi Pina e nunca tinha ouvido falar de Contracorrente. É uma lista muito boa e muito representativa do que houve de melhor no cinema.

pinguim disse...

Infelizmente só vi um, mas encheu-me as medidas: "Contracorrientes".
Absolutamente maravilhoso.

Fábio Henrique Carmo disse...

Bem, eu só faço a minha lista na última semana do ano. Mas a sua está bem ineteressante. Gostei da inclusão de "O Palhaço". Abraço!

José Roberto de Almeida disse...

Boa lista. Justiça para "ContraCorrente". Belissimo filme, pouco visto e comentado.

Rodrigo Mendes disse...

Melancolia e principalmente O PALHAÇO. Orgulho de dizer isso de uma produção nacional como a melhor de 2011.

Decepcionei-me com A Pele Que Habito e não sei se um dia farei as pazes com esta fita.

Abs.

Celo Silva disse...

Antonio, dos citados ainda não assisti CONTRACORRENTE, PINA e DOS HOMENS E DOS DEUSES. Farei minha lista apenas na ultima semana tb, mas concordo com vc com quase todos, menos O PALHAÇO, q acho subestimado. Abração!

Por que você faz poema? disse...

Minha lista está quase pronta,
acho que ainda espero um filme surpreendente aos 45 do segundo tempo.

Kuki Bertolini disse...

Eu adorei O mágico e Árvore da vida!tua lista tá ótima,difícil de escolher!Mas fico nesses dois!Grande abraço!!!

theporcupinelair disse...

Xiii Pinguim :) não viste o tree of life??? Meu deus que filme. Absolutamente maravilhoso! Posso te dizer sem sombra de duvida que Terrence Mallick propôs-se a um desafio quase impossivel. Colocar em imagens, sons e palavras o qual o meaning of life e posso-te dizer que foi dos poucos cineastas... senão o unico a conseguir faze-lo.

Por isso tens que o ver... e no grande ecrã de preferência. :D

Falcão! Subscrevo pelo menos os 3 lugares cimeiros da lista :) e punha em 4º o do Almodovar :)

Como não conheço os restantes não me posso pronunciar... mas concerteza serão grandes filmes :P

Luna Sanchez disse...

Ainda não assisti "O Palhaço", estou com vontade, gosto do Selton.

=*

Nina Rizzi disse...

de todos que vc lista assisti três e são incríveis, na minha ordem pessoal: Pina, Illusionist e Melacholia.

vou assistir os demais. e continuar a minha saga com rohmmer e chabrol.

beijos!

alan raspante disse...

Pra mim, Melancolia fica em primeiro =)

Sandrinha Martins disse...

Só vi A pele que habito, Melancolia e O Palhaço. Gostei dos 3, mas o vencedor pra mim foi Almodóvar. Perfeito demais!

Cinemosaico disse...

Adorei Melancolia, O Palhaço e O Mágico. Acrescentaria nessa lista "Meia noite em Paris". Gostei das escolhas, alguns ainda não vi mas vou procurar.

Abraços!

Gilberto Carlos disse...

Contracorrente, Melancolia, A árvore da vida e O palhaço também estão na minha lista dos melhores de 2011, mas eu incluiria também Meia noite em Paris...
Abraços.

Sergio Andrade disse...

Já fazendo lista de melhores, Antonio? Geralmente publico minha lista no começo de janeiro. Sempre espero que lancem alguma maravilha até o último dia do ano hehehe!
Posso adiantar que pelo menos quatro da sua lista também estarão na minha.

Abs

Roberto Sadovski disse...

Não concordo com mais da metade de sua lista.... A Árvore da Vida, Melancolia e A Pele Que Habito não estão nem entre os 100 melhores do ano...

David C. disse...

Que buena lista has escogido. Muy buenas películas, difícil elección de cual sea la mejor.

Eso si no he visto la brasileña "O Palhaco", cuanto me gustaria verla. Me da mucha curiosidad.

Cristina Queiróz disse...

Putz... eu não assisti a maioria...

Dilberto L. Rosa disse...

Todos eles estão na minha lista, mas para ver ainda (e não como já vistos)...

Regina Mogami disse...

O único que assisti (e adorei!) foi Arvore da Vida. Preciso urgentemente me atualizar!

Cefas Carvalho disse...

1) Melancolia 2) Cisne Negro 3) Drive

Mario disse...

El árbol de la vida y melancholia son muy buenas, un gusto encontrar una película peruana que también me gustó bastante. El ilusionista es una muy grata animación. Otras ya las veo pronto. Tomo nota de la cinta brazileña. Abrazos.

disse...

Excelente lista! Também adoro fazer listas, mas sempre me enrolo para eleger os melhores.
Abraços!

Adecio Moreira Jr. disse...

Desses eu só não sou muito chegado em "Não Me Abandone Jamais". Mas é uma ótima lista!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Jefferson, eu também vejo muito mais filmes antigos, mas não deixo de acompanhar alguns filmes novos que acho que valem a pena.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Marcelo, não me empolguei o suficiente com CISNE NEGRO...

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Rodrigo, eu tinha absoluta certeza de que não iria gostar de A PELE QUE HABITO - a crítica européia foi bem morna em relação a ele. Não é que foi uma surpresa? Um dos motivos do meu bem querer foi a conexão com OLHOS SEM ROSTO, um dos meus filmes favoritos.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Celo, não gostou de O PALHAÇO? Achei-o tão poético e honesto. O Selton e o Paulo José estão sensacionais.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Nem espere, Herculano (Por Que Você Faz Poema?), a maré não está pra peixe.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Nina, anda num momento Chabrol e Rohmer? Que tal escrever sobre Chabrol para o blog?
Abraços,

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Cinemoisaco e Gilberto, sou fã de carteirinha de Woody Allen, mas faz tempo que ele não me empolga. Considero MEIA-NOITE EM PARIS apenas arrumadinho e com boas intenções.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

É uma questão pessoal, Roberto Sadovski... Lembro do seu tempo como editor da SET... eu nunca concordava com suas listas...

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Lê, fazer listas não deixa de ser um drama, mas também é muito divertido. Adoro!

Jamil disse...

Falta Cisne Negro nessa lista e também descartaria Não me Abandone Jamais. Mas gostei do "prêmio" de melhor atriz para Charlotte Gainsbourg, ela supera Kirsten Dunst.

Jamil disse...

O European Film Awards é um prêmio seríssimo, respeitado. Fiquei contente com o prêmio para Tilda e Piccoli, dois dos grandes da cena européia.

Paula Dip disse...

Adoro a sua seleção embora ainda não tenha visto alguns filmes...sabe que estou fazendo um documentário sobre o Caio???

Fernando Sobrinho disse...

Top 5 de 2011 (por enquanto):

1- Melancolia
2- Cisne Negro
3- A Pele Que Habito
4- A Árvore da Vida
5- Meia-Noite Em Paris

Menção honrosa: Cópia Fiel.

Fernando Sobrinho disse...

Adorei a sua lista de melhores: concordo com muita coisa. Nosso gosto é bem parecido ! Abração ! :)

Luiz Santiago disse...

Ótima lista, amigo! Logo logo pulicarei a minha por aqui também!!!

Filmes Antigos Club disse...

Tem filmes muito bons em sua lista, Nahud, que estão a merecer todo destaque como o melhor de 2011, mas um olhar todo especial para A ÁRVORE DA VIDA, e a PELE QUE HABITO, ambos muito bons. Ótima seleção, saudações!

VICENTE FRANZ CECIM disse...

Antonio, A Árvore da Vida é mesmo um acontecimento intenso no cinema atual: pela primeira vez em um filme alguém fez dialogar frontalmente o Cosmos com a Terra e pôs em relação o tempo breve humano com o Tempo imenso do universo. O filme de Terrence Malic irá crescer mais e mais, com o tempo. aVe, Vicente

Elisabete Bethy disse...

Maravilhosas sugestões para as minhas férias!!!

Película Criativa disse...

Ótima seleção.

Confesso que A Pele Que Habito e Melancolia me impressionaram mais que A Árvore da Vida.

Sihan Felix disse...

Uma seleção fantástica, caro!

Para mim, o melhor do ano foi O Palhaço, sendo seguido de perto por A Pele que Habito.

J. BRUNO disse...

Até agora, fico com "A Árvore da Vida"e "Melancolia" dividindo a primeira colocação...

Leandra disse...

Gostei das escolhas (principalmente O Palhaço), alguns ainda não vi mas vou procurar.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Não sou muito chegado a Aranofsky, Jamil. CISNE NEGRO para mim vale por Natalie Portman. Ando fugindo de cineastas neuróticos, excessivos...

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Que bacana, Paula! Já está na fase de filmagem?

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Assim acredito, Cecim, A ÁRVORE DA VIDA é profundo e comovente.

Sonia Brazão disse...

Que difícil! Contracorrente, Melancolia, A Árvore...etc... estou tentando responder no seu blog, Antonio Nahud Júnior. Discordo de Cópia Fiel , entraria na minha lista como 11º, muito na frente o fabuloso A PELE QUE HABITO.NÃO ME ABANDONE JAMAIS, poderia estar em 6º lugar.

Elisabete Cardoso disse...

Gostei muito do Mágico, mas não vi muita coisa... é difícil votar

Isa Andrade disse...

tem muito filme na lista q eu não vi. Aliás, vi poucos filmes desse ano, mas A árvore da vida, melancolia e não me abandone jamais são ótimos! Só senti falta de Meia noite em Paris.

Edson Palmeiras disse...

Boa lista, só não vi Contra Corrente e Pina(do quase sempre genial, Wenders)...sendo chato agora..senti muita falta de Meia-Noite Em Paris, X-Men: Primeira Classe e Drive.

Lilian Maróstica disse...

Contra Corrente é uma belezinha.

Fábio Gurski disse...

DRIVE

siby13 disse...

Ví alguns destes que falou, mas ainda prefiro o novo do Woody Allen:
MEIA NOITE ME PARIS_Midnight in Paris__2011
APAIXONANTE, não tenho palavras para descrever como amei...

Soninha Alves disse...

Legal... bjos... eu..

Helen Jennifer disse...

Geeeente e "Meia-Noite em Paris",não é possível um filme como esse não aparecer entre os melhores de 2011.Essa lista precisa ser reavaliada!!!

bruno knott disse...

parceiro, gostei muito da sua lista, principalmente pela presença de Melancolia, Copia Fiel e Árvore da Vida.

Mas fica a dúvida: CISNE NEGRO ficou de fora ou você decidiu não incluir nos elegíveis?

Na minha vai entrar pois foi lançado no brasil em 2011, que é o critério que vou seguir!

Abraços. Parabéns pelo blog.

Pena disse...

Estimado e Genial Amigo das "Telas do Sonho":
Bela narração e escolha sensata dos melhores filmes de 2011.
Excelente. Notável. Perfeito.
Feito com um brilhantismo e beleza surpreendentes e de deslumbre.
Parabéns sinceros. Mais um "Post" riquíssimo e extraordinário.
Tem talento. Magia. Maravilha.
Abraço amigo de respeito pela pesquisa intensa e profunda.
Sempre a admirá-lo

pena

Fico-lhe grato pela sua visita ao meu blogue.
MUITO OBRIGADO, amigo fabuloso.
Adorei.

tozzi disse...

Nahud, vc radicalizou. Cisne Negro e o documentário Dzi Croquetes merecem estar nesta lista. Fora isso, está muito boa. Só descarto Cópia Fiel, muito chatinho.

Astroterapia Junguiana disse...

Adorei esse post, pq não assisti esses filmes, vou procurá-los. Fico feliz por aprender sempre comigo sobre meu trabalho, vou voltar aqui depois para anotar os filmes. Cynthia

Astroterapia Junguiana disse...

Adorei esse post, pq não assisti esses filmes, vou procurá-los. Fico feliz por aprender sempre comigo sobre meu trabalho, vou voltar aqui depois para anotar os filmes. Cynthia

tozzi disse...

Não entendi muito bem porque o European Film Awards é tão discreto, sem divulgação massisa e internacional. A ideia não é divulgar o cinema europeu?

Karla Hack dos Santos disse...

Irretocável a lista!!
Para mim A Árvore da Vida foi impecável... Um pouco pelo momento que estou vivendo...
Agora, que orgulho do Brazuca "O Palhaço"!!!

Adorei!

;D

Marta Scarpa disse...

MEIA-NOITE EM PARIS foi o melhor filme do ano. Logo a seguir, O DISCURSO DO REI.

Natalia Xavier disse...

Nao vi todos, mas concordo com Não me Abandone Jamais. E to morrendo de vontade de ver Copia Fiel. Depois conto o que achei!

Abs!

Rubi disse...

Acredita que ainda não tive oportunidade de ver nenhum destes filmes citados? Às vezes eu acho que fico tão focada no cinema antigo que acabo esquecendo que as produções continuam. Mas enfim, pelo que tenho escutado o cinema nacional superou as expectativas com 'O Palhaço'...

Preciso assistir todos esses!

M. disse...

WOW!!!!!!! Que listinha maravilhosa!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Bruno, não gostei demasiado de CISNE NEGRO. Muito neurótico para minha cabeça.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Tozzi, realmente DZI CROQUETTES merecia estar nesta lista.
Tudo de bom,

Victor Ramos (Jerome) disse...

Como nunca fui de ficar acompanhando filmes por anos, não posso fazer uma lista como essa. Mas o filme mais convidativo que vi, de 2011, foi Drive.

Pudim de Cinema

Sonja disse...

Boa Noite Antonio, melhor filme do ano nao esta na sua lista, rs...."Drive".
Abs.

Rodrigo Duarte disse...

Eu aguardava a sua lista mais para o final do ano, quando pretendo publicar a minha. Ainda me faltam "Contra Corrente" e "Pina", aliás, você assistiu a esse último em 3D?

Pena que eu não tenha me emocionado tanto com o "Não me abandone jamais", fiquei decepcionado com o filme, embora eu reconheça que a história seja carregada de emoção.
Talvez se não houvesse "estrelas" o filme teria funcionado melhor pra mim. Quando leio que pessoas desgostaram do novo Cronenberg por conta da Keira Knightley, imediatamente a experiência me remete a "Não me abandone jamais".

Gde Abraço.
Rodrigo

Sandrinha Sousa disse...

Esse foi meu ano de ver filmes clássicos. Acho que só assisti Smurfs de 2011, haha.

Henrique Guirro disse...

to meio perdido em 2011. Acho q os filmes indicáveis ao oscar ( não q isso seja bom) estão sendo lançados agora... mas Melancolia e A Árvore da Vida são ótimos.

'Lara Mello disse...

A pele que habito e Pina são os melhores para mim \o/

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Victor e Sonja, infelizmente ainda não vi DRIVE.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Rodrigo, não vi PINA nas telas. Baixei da net.
Também acho que Keira Knightley compromete NÃO ME ABANDONE JAMAIS, ou melhor, ela compromete qualquer filme sério. Não entendo porque idolatram tanto essa moça.

Anônimo disse...

Só não me falem mais em DVD. Gente, já tenho Blu-ray há dois anos!!!

Adriane Araújo disse...

Dos Homens e Dos Deuses é belíssimo, gostei muito de L'Ilusionniste (aliás do mesmo diretor de Les Triplets de Belleville, Sylvain Chomet). O novo de Almodovar não me agradou, melancolia é bastante bom. sobretudo pelas atrizes, não ví ainda o de Selton, e adorei Pina!O elenco de Dos Homens dos Deuses e´fabuloso, Lambert Wilson e Michael Londsdale impecáveis!

Cláudia Ribeiro de Lacerda disse...

Achei a lista incrível!!! Tô louca pra ver "Contracorriente" e "Melancholia!!!