fevereiro 14, 2012

OS MAIORES FESTEIROS DA HOLLYWOOD CLÁSSICA

ava gardner, lana turner e fernando lamas
As revistas especializadas em fofocas viviam elegendo os grandes festeiros de Hollywood, quem promovia os bailes mais entusiasmados e tinha as ideias mais originais para animá-los. Em agosto de 1939, a jornalista Elza Maxwell publicou na revista “Photoplay” uma lista dos melhores anfitriões da meca do cinema. Faziam parte dos selecionados, as irmãs Bennett (Constance e Joan, ambas adoravam dar festas), Kay Francis, Gary Cooper, Samuel Goldwyn, Myrna Loy, Basil Rathbone, a colunista Louella Parsons, Charles Chaplin, Douglas Fairbanks Jr., William Randolph Hearst e Marion Davies, Darryl F. Zanuck e Jack Warner. Os temas das festas promovidas pelos famosos eram cada vez mais criativos e irreverentes. Existiam bailes de última hora (chamados “Venha como você estiver”), que exigiam a presença dos convidados vestidos exatamente com o traje que usavam no momento do convite. Tentava-se assim revelar as intimidades das estrelas que, às vezes, aceitavam a provocação e compareciam à festa apenas usando roupas de baixo – ou até mesmo com creme de beleza espalhado pelo rosto. Outro tipo de FESTA que fazia muito sucesso – apelida de “Venha como você era!” – pedia ao convidado a comparecer levando fotos de quando era bebê. Ao chegar na casa onde o embalo aconteceria, sua fotografia era misturada com as dos demais convidados. O momento máximo da farra: descobrir os donos de cada foto.

clark gable, carole lombard, mervyn leroy e hearst

OS BAILES DE WILLIAM RANDOLPH HEARST E MARION DAVIES

William Randolph Herst, o magnata da imprensa (retratado em “Cidadão Kane / Citizen Kane”, 1941), e Marion Davies eram os mais extravagantes e criativos festeiros de Hollywood, capazes de realizar bailes das mil e uma noites que atraíam para os salões da mansão do casal em Beverly Hills dezenas de celebridades. As festas comemorativas do aniversário do anfitrião tinham seus ingressos disputadíssimos por todos aqueles que queriam ser alguém no cinema norte-americano. Sempre marcados por temas (os convidados tinham que usar fantasias referentes a um determinado assunto), os festejos varavam a madrugada e não deixavam pedra sobre pedra. Na festa dos 74 anos de Hearst, em 1937, o tema escolhido foi o mundo do circo – o que obrigou a derrubada de uma grande parede da mansão para que, no lugar, fosse edificado um carrossel de verdade.

pickfair

pickfair

A MANSÃO PICKFAIR

Douglas Fairbanks encarnava nas telas o típico herói norte-americano e Mary Pickford era a “Namoradinha da América”. Grandes estrelas do cinema mudo, eles construíram uma fabulosa mansão em Hollywood, a Pickfair, onde promoviam festas de arromba exclusivíssimas. Os astros e estrelas de Hollywood faziam de tudo para serem convidados. Joan Crawford, enquanto amante de Douglas Fairbanks Jr., era proibida de freqüentá-las, deixando a atriz à beira de um ataque de nervos. Joviais, agradáveis e bebuns, Pickford e Fairbanks eram considerados excelentes anfitriões. Tudo se acabou com a chegada do cinema sonora e a decadência de ambos.

kay francis, philip holmes, richard boleslwaski e esposa

EXCENTRICIDADES DE CAROLE LOMBARD

A estrela não se cansava de promover festas excêntricas. Num baile caipira promovido em homenagem ao seu namorado na época, o roteirista Robert Riskin, ela transformou sua casa numa fazenda do interior, em que galinhas e coelhos corriam livremente entre os convidados, e vacas tomavam banho de piscina. Ela também gostava de promover festas bizarras com motivações não exatamente alegres. Certa vez, nos anos 30, promoveu um baile que tinha como tema geral uma enfermaria hospitalar. Com a ajuda de amigos cenógrafos que trabalhavam nos estúdios, transformou sua mansão em um imenso hospital, chegando ao requinte de alugar material cirúrgico para dar maior realismo ao ambiente. Todo convidado recebia, ao chegar na festa, um avental hospitalar que passava a usar sobre a roupa e, em seguida, cada um era deitado em camas brancas, idênticas às existentes nos hospitais. Mais tarde, o jantar era servido sobre amplas mesas cirúrgicas, todas devidamente equipadas com material médico. A anfitriã chegou ao baile a bordo de uma ambulância, carregada numa maca por quatro amigos fantasiados de médicos.

susan hayward e ingrid bergman

A FEIRA DE MERVYN LeROY

O diretor de “Quo Vadis / Idem” (1951) também era chegado a promover grandes festanças. Em 1934, fechou um restaurante e realizou o que a revista “Hollywood Reporter” considerou “a festa mais original e colorida jamais oferecida na cidade”. O cineasta gastou milhares de dólares para transformar o local numa réplica da Feira Mundial de Chicago.

norma shearer e william r. hearst

NORMA SHEARER CAUSA ESCÂNDALO

Numa festa promovida por Marion Davis e Hearst cujo tema era o velho oeste, todos capricharam nas fantasias – menos uma estrela que odiava que lhe dissessem o que fazer e, muito menos, o que vestir. Norma Shearer compareceu ao evento fantasiada de Maria Antonieta. Usava saias tão volumosas que os demais assentos da limusine que a transportava tiveram de ser retirados para que pudesse ficar mais confortável. Marion Davies, inconformada com a audácia da convidada, tentou impedir a entrada da star da M-G-M na festa. Mas foi derrotada: depois de muito bate-boca, Norma Shearer acabou vencendo e deu um jeito de entrar no salão, chamando a atenção de todos.

cesar romero e sonja henie

AS NUVENS DE SONJA HENIE

Patinadora e atriz, ela não media esforços para promover uma animada festa. Certa vez, transformou sua quadra de tênis numa rua de Nova York, sobre o qual criou um céu de plástico onde foram projetadas as imagens de nuvens.

gene markey e myrna loy

OS EMBALOS DE DOMINGO

O produtor David O. Selznick gostava de promover festas aos domingos – os convidados chegavam no início da tarde, jogavam tênis, nadavam, bebiam e dançavam. Lá pelas dez da noite os mais resistentes ainda tinham que assistir a um filme que estrearia nas telas nas semanas seguintes. Depois da Segunda Guerra Mundial, com o casamento do produtor com a atriz Jennifer Jones, as festas dominicais ficaram ainda mais animadas. Começavam antes das onze da manhã, nunca acabavam antes do amanhecer de segunda-feira. A anfitriã tinha um truque para manter-se sempre cheirosa, animada e impecavelmente arrumada durante todo o tempo que durava a maratona. Toda vez que surgia uma oportunidade, a atriz dava uma escapada para seus aposentos, onde tomava novo banho e depois colocava uma roupa limpa, idêntica à que estava usando anteriormente (na operação mantinha quatro cópias do mesmo traje sempre à mão).

merle oberon, ronald colman e benita hume

DUAS VEZES GEORGE CUKOR

Ele era conhecido por suas reuniões festivas sofisticadas com pessoas elegantes e conversas inteligentes no tom certo: nem vulgares, nem arrogantes. Algumas eram bem íntimas, para amigos como Vivien Leigh, Laurence Olivier, Kate Hepburn, Spencer Tracy, Ruth Gordon, Garson Kanin, Ramon Novarro etc.; outras espetaculares, grandiosas. Em 1972 fez uma festa em homenagem a Luis Buñuel, reunindo um incrível leque de notáveis diretores: Robert Mulligan, William Wyler, Robert Wise, Billy Wilder, Alfred Hitchcock e George Stevens.

(Fonte: "O Mundo do Cinema")

claudette colbert e orson welles

mae west e francis lederer

tyrone power, virginia fox e clifton webb


fay wray e gary cooper


adrian, richard boleslawski, howard hughes, marion davies e outros


richard d. zanuck e alan ladd

rock hudson, terry moore, robert mitchum e marilyn monroe

rouben mamoulian, marlene dietrich, helen hayes e frank borzage


cornel wilde, jean wallace, william powell e esposa

rock hudson, gloria swanson e tallulah bankhead

47 comentários:

Fabi disse...

que luxuosidade!

Darci Fonseca disse...

Tony, o Lamas da primeira foto é o pai (Fernando). Aquele chapéu de palha que Orson Welles está usando deve ter pertencido ao pescador Jacaré de It's All True. Randolph Hearst era uma verdadeira caricatura, você não acha? Essa turma fazia grandes festas e ainda conseguia fazer aqueles filmes maravilhosos. Tinham mesmo que comemorar! - Darci Fonseca - CINEWESTERNMANIA

Márcio Sallem disse...

Muito interessante a sua postagem porque nos leva a pensar algo que vez ou outra aflige o fã do astro: como será o cotidiano do sujeito?

Quem nunca imaginou encontrar Jennifer Aniston ou George Clooney (fiquemos nos dias atuais para facilitar) e se perguntou como seria sair com eles para alguma festa. Tem cara de divertido!

Maxwell Soares disse...

Maravilhoso texto. Gosto desse tipo de leitura. Dá um leque de possibilidade e de avalições enorme. Até..

Rubi disse...

Que foto é essa de Mamoulian, Dietrich, Helen Hayes e Borzage? Que relíquia!

David C. disse...

que buenas fotos has elegido.

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Mais um original e perfeito Post. Além do texto as fotos tbm estão ótimas. Acredito apenas que faltou um fanfarrão de primeira em seu artigo, o senhor Errol Flynn cujo a fama de festeiro perdura até hoje....

Abração

M. disse...

Todos muito glamourosos!!!!!!!!

Jamil disse...

Imagino o que rolou noite adentro com o quarteto Rock, Terry, Bob e Marilyn...

Leandro Afonso disse...

Rock Hudson, Terry Moore, Robert Mitchum e Marilyn Monroe no mesmo lugar. Esse anfitrião era bacana.

Ruby disse...

Interessantíssimo post, super bem escolhido o tema, so faltou uma foto famosa da Tallulah Bankhead e a Marlene Dietrich numa festa dessas, a Tallulah com uma taça na mão e uma cara de quem havia tomado todas e a Marlene tentando parar, eu adoro essa foto. Sempre adoro seus posts.

Ruby disse...

Triste fim de Fairbanks/Pickford. Já essa festa temática da Carole e hospital não achei legal, mas ela era linda e jovial. As festas do David O. Selznick pereciam ser super legais, gostaria de ir numa dessas e a Jennifer era bem esperta pra se manter impecável. Muito bom saber dessas coisas.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Então.. é uma delícia ler você apreciar o cinema ontem e hoje .... minha paixão.
Meuantiquário fica no R G doSul.
Um abraço
Martha

Kamila disse...

Parabéns por resgatar um pouco da histórias e dos personagens clássicos de Hollywood aqui! Adorei o blog.

Adecio Moreira Jr. disse...

Ô loko! Ava Gardner e Lana Turner deveriam formar uma dupla épica nas melhores festas!

Filmes Antigos Club disse...

Essa gente curtia bem, no entanto há quem se diverte...e quem se diverte!

Eddie Lancaster disse...

GRANDE FESTAS E GRANDES FILMES, O LEMA ERA ESTE!
FERNANDO LAMAS APESAR DE LIMITADO, O ARGENTINO DEITAVA E ROLAVA ENTRE AS ESTRELAS DE HOLLYWOOD!

Alan Raspante disse...

Povo festeiro mesmo! rs

Edivaldo Martins disse...

AVA GARDNER ARMOU UM GRANDE BARRACO NO HOTEL GLÓRIA, NO RIO DE JANEIRO. GRANDES FESTAS E GRANDES FILMES ERA O LEMA DE HOLLYWWOD!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Obrigado pela dica, Darci. Correção feita. O Hearst era realmente muito bizarro. Já o Welles, nesta foto, está numa festa cujo tema era Brasil.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Com certeza, Márcio. Eu certa vez encontrei o Heather Ledger completamente embriagado numa festa em Veneza e jamais me esqueci.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Grupo fabuloso, né Rubi? E que sofisticação da Dietrich... Uma rainha sempre...

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Jefferson, parece que o Errol Flynn, mesmo com a fama de farrista, não era muito de dar festas. Em compensação, estava em todas as festas alheias.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Pensei a mesma coisa, Jamil. Que quarteto fascinante!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Obrigado, Ruby. Não conheço essa fotografia. Mas juntar Dietrich e Bankhead é tudo de glamouroso.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Também achei meio boba a festa temática hospitalar de Carole, Ruby.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Obrigado, Kamila. Apareça sempre.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Ava e Lana juntas, Adecio, seguramente rolou uma grande bebedeira.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Verdade, Eddie, o Fernando Lamas era cotadíssimo entre as estrelas de Hollywood.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Esse barroco de Ava é muito conhecido, Edivaldo, embora ela sempre tenha negado-o, acusando o hotel de tê-lo forjado.

tozzi disse...

Festas impressionantes. Fiquei de boca aberta com o luxo da mansão Pickfair.

tozzi disse...

E o Tyrone Power e o Clifton Webb juntinhos? Tá cheirando a namoro.

Rodrigo Mendes disse...

Ah! adoro as festas de antigamente. Hearst e Davies era, festeiros heim, mas eu soube que a Vivien Leigh também era uma ótima anfitriã.

Abs.

Marcelo Bonavides de Castro disse...

Adoraria ter tomado parte nessas festas, principalmente nos loucos anos 20!

Daniele Moura disse...

Antonio,
adorei o novo layout no início do blog. O tema é delicioso e cabe muito bem com a proximidade do carnaval.
Um abraço
Dani

J. BRUNO disse...

Antonio, foi só você falar em festa dos Hollywoodianos e me veio à mente algumas sequências de "Um Convidado bem Trapalhão", apenas devaneios...

Caramba, pelo visto as festas pegavam fogo e ainda esbanjavam criatividade, gostei da temáticas “Venha como você estiver” e "Venha como você era"... São boas ideias para colocar em prática, pena que não temos à nossa disposição uma mansão como a de Hearst...

Fábio Henrique Carmo disse...

A temática me remeteu imediatamente a "A Doce Vida", do gênio Fellini. Nos faz refletir e constatar que o excesso de dinheiro leva a um vida de superficialidades.

Suzane Weck disse...

Mais uma vez nos presenteia com uma de tuas excelentes postagens.Tuas pesquisas e conhecimento sobre cinema nos traz uma ampla visão do assunto,para alegria de todo blogueiro que curte esta matéria.Obrigado[pela parte que me toca}e parabéns.Meu caro Falcão,ainda não recebi o teu email,deu alguma coisa errada,ou arrependimento?Não tens caixa postal?Grande abraço.

Danielle Carvalho disse...

Adorei, Antonio!
Caramba, você sempre consegue as melhores fotos. Vou pegar emprestada uma porção. Posso, né? :D

Bjs

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Também lembrei de "Um Convidado Bem Trabalhão" quando estava finalizando esse post, J. Bruno. Que festa louca!

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Verdade, Fábio. Juntando muito dinheiro com deslumbramento muitas vidas afogaram-se na superficialidade. E até encontraram a ruína.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Nenhum arrependimento, Suzane. Jamais! Aconteceu alguma coisa. Escreverei outra vez.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Fique a vontade, Dani.
Tudo de bom,

Elisabete Cardoso disse...

tópico interessante :)

disse...

Como eu gostaria de ter participado de uma dessas festas temáticas! Parecem bem divertidas! Vivien Leigh e Laurence Olivier também eram grandes anfitriões, não?

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Pois é, Lê, parece que o casal Leigh-Olivier adorava receber. Principalmente com convidados do meio teatral.

Karla Hack dos Santos disse...

Uma verdadeira aula de luxo e glamour da época... Adorei!

;D