julho 22, 2015

********* NASCIDOS PARA O MAL: 50 VILÕES

bette davis e joan crawford em o que aconteceu a baby jane?
Felizmente o cinema é pródigo em antagonistas diabólicos. Afinal, se heróis são indispensáveis, VILÕES fazem o nosso júbilo. Há alguns anos, a revista “Times” listou os 50 melhores vilões cinematográficos. O mesmo fez o American Film Institute (AFI). Embirrei com as duas listas. Não vejo vampiros ou monstros - tipo Frankenstein - como vilões, são seres marcados lutando pela sobrevivência. O crápula “perfeito” é aquele sem escrúpulos, não se arrepende de suas maldades nem mesmo no final da fita. Numa empreitada complexa, listei 50 VILÕES, dezessete deles femininos (constatando que, em sua maioria, criaturas cinematográficas do mal são criadas para atores, cabendo às atrizes o papel de vítimas). Logicamente, relaciono os meus favoritos. Bette Davis e Robert Mitchum foram lembrados duas vezes. Não deu para evitar. Concorde, discorde, indique outros personagens canalhas inesquecíveis.

ALEC GUINNESS

Fagin em
OLIVER TWIST
(Idem, 1948)
de David Lean

ANGELA LANSBURY

Eleanor Shaw Iselin em
SOB O DOMÍNIO DO MAL
(The Manchurian Candidate, 1962)
de John Frankenheimer
Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante;
Melhor Atriz Coadjuvante do National Board of Review

ANN BLYTH

Veda Pierce em
ALMA EM SUPLÍCIO
(Mildred Pierce, 1945)
de Michael Curtiz

ANNE BAXTER

Eve Harrington em
A MALVADA
(All About Eve, 1950)
de Joseph L. Mankiewicz

ANTHONY HOPKINS

Dr. Hannibal Lecter em
O SILÊNCIO DOS INOCENTES
(The Silence of the Lambs, 1991)
de Jonathan Demme
Oscar de Melhor Ator;
BAFTA de Melhor Ator;
Melhor Ator Coadjuvante do National Board of Review;
Melhor Ator do Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York

ARTHUR KENNEDY

Lucas Cross em
A CALDEIRA DO DIABO
(Peyton Place, 1957)
de Mark Robson

BARBARA STANWYCK

Phyllis Dietrichson em
PACTO DE SANGUE
(Double Indemnity, 1944)
de Billy Wilder

BASIL RATHBONE

Capitão Esteban Pasquale em
A MARCA DE ZORRO
(The Mark of Zorro, 1940)
de Rouben Mamoulian

BETTE DAVIS

Regina Giddens em
PÉRFIDA
(The Little Foxes, 1941)
de William Wyler

BETTE DAVIS

Baby Jane Hudson em
O QUE ACONTECEU A BABY JANE?
(What Ever Happened to Baby Jane?, 1962)
de Robert Aldrich

BURT LANCASTER

J. J. Hunsecker em
A EMBRIAGUEZ DO SUCESSO
(Sweet Smell of Success, 1957)
de Alexander Mackendrick

CHARLES BOYER

Gregory Anton em
À MEIA-LUZ
(Gaslight, 1944)
de George Cukor

CHARLES LAUGHTON

Capitão Bligh em
O GRANDE MOTIM
(Mutiny on the Bounty, 1935)
de Frank Lloyd
Melhor Ator do Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York

CLAUDE RAINS

Alexander Sebastian em
INTERLÚDIO
(Notorious, 1946)
de Alfred Hitchcock

CLIFTON WEBB

Waldo Lydecker em
LAURA
(Idem, 1944)
de Otto Preminger

DENNIS HOPPER

Frank Booth em 
VELUDO AZUL
(Blue Velvet, 1986)
de David Lynch
Melhor Ator Coadjuvante da Associação dos Críticos de Cinema de Los Angeles;

EDWARD G. ROBINSON

Rico em
ALMA NO LODO
(Little Caesar, 1931)
de Mervyn LeRoy

GENE HACKMAN

Little Bill Daggett em
OS IMPERDOÁVEIS
(Unforgiven, 1992)
de Clint Eastwood
Oscar de Melhor Ator Coadjuvante;
Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante;
BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante;
Melhor Ator Coadjuvante da Associação dos Críticos de Cinema de Los Angeles;
Melhor Ator Coadjuvante do Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York

GENE TIERNEY

Ellen Berent Harland em
AMAR FOI A MINHA RUÍNA
(Leave Her To Heaven, 1945)
de John M. Stahl

GLENN CLOSE

Marquesa de Merteuil em
LIGAÇÕES PERIGOSAS
(Dangerous Liaisons, 1988)
de Stephen Frears
BAFTA de Melhor Atriz

HENRY FONDA

Frank em
ERA UMA VEZ NO OESTE
(C’era uma Volta Il West, 1968)
de Sergio Leone

HOPE EMERSON

Evelyn em
À MARGEM DA VIDA
(Caged, 1950)
de John Cromwell

HUMPHREY BOGART

Glenn Griffin em
HORAS DE DESESPERO
(The Desperate Hours, 1955)
de William Wyler

JACK PALANCE

Jack Wilson em
OS BRUTOS TAMBÉM AMAM
(Shane, 1952)
de George Stevens

JAMES CAGNEY

Arthur - Cody - Jarrett em
FÚRIA SANGUINÁRIA
(White Heat, 1949)
de Raoul Walsh

JAMES MASON

Phillip Vandamm em
INTRIGA INTERNACIONAL
(North by Northwest, 1959)
de Alfred Hitchcock

JOAN BENNETT

Kitty March em
ALMAS PERVERSAS
(Scarlet Street, 1945)
de Fritz Lang

JOAN CRAWFORD

Louise Howell em
FOGUEIRA DE PAIXÕES
(Possessed, 1947)
de Curtis Bernhardt

JUDITH ANDERSON

Sra. Danvers em
REBECCA, A MULHER INESQUECÍVEL
(Rebecca, 1940)
de Alfred Hitchcock

LANA TURNER

Lady De Winter em
OS TRÊS MOSQUETEIROS
(The Three Musketeers, 1948)
de George Sidney

LAURENCE OLIVIER

Szell em
MARATONA DA MORTE
(Marathon Man, 1976)
de John Schlesinger
Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante

LEE MARVIN

Vince Stone em
OS CORRUPTOS
(The Big Heat, 1953)
de Fritz Lang

LIONEL BARRYMORE

Sr. Potter em
A FELICIDADE NÃO SE COMPRA
(It’s a Wonderful Life, 1946)
de Frank Capra

MALCOLM MCDOWELL

Alex em
LARANJA MECÂNICA
(A Clockwork Orange, 1971)

de Stanley Kubrick

MERCEDES McCAMBRIDGE

Emma Small em
JOHNNY GUITAR
(Idem, 1954)
de Nicholas Ray

MIRIAM HOPKINS

Julie Hurstwood em
PERDIÇÃO POR AMOR
(Carrie, 1952)
de William Wyler

ORSON WELLES

Harry Lime em
O TERCEIRO HOMEM
(The Third Man, 1949)
de Carol Reed

PAUL MUNI

Tony em
SCARFACE, A VERGONHA DE UMA NAÇÃO
(Scarface, 1932)
de Howard Hawks

PETER LORRE

Hans Beckert em
M, O VAMPIRO DE DÜSSELDORF
(M, 1931)
de Fritz Lang

PETER USTINOV

Nero em
QUO VADIS
(Quo Vadis, 1951)
de Mervyn LeRoy
Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante

RALPH FIENNES

Amon Goeth em
A LISTA DE SCHINDLER
(Schindler’s List, 1993)
de Steven Spielberg
BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante;
Melhor Ator Coadjuvante do Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York

RICHARD WIDMARK

Tommy Udo em
BEIJO DA MORTE
(Kiss of Death, 1947)
de Henry Hathaway
Globo de Ouro de Ator Revelação

ROBERT MITCHUM

Harry Powell em
MENSAGEIRO DO DIABO
(The Night of the Hunter, 1955)
de Charles Laughton

ROBERT MITCHUM

Max Cady em
CÍRCULO DO MEDO
(Cape Fear, 1961)
de J. Lee Thompson

ROBERT RYAN

Smith Olhrig em
CORAÇÃO PRISIONEIRO
(Caught, 1949)
de Max Ophuls

ROBERT WALKER

Bruno Antony em
PACTO SINISTRO
(Strangers on a Train, 1951)
de Alfred Hitchcock

RUTH GORDON

Minnie Castevet em
O BEBÊ DE ROSEMARY
(Rosemar’s Baby, 1968)
de Roman Polanski
Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante;
Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante

SESSUE HAYAKAWA

Coronel Saito em
A PONTE DO RIO KWAI
(The Bridge of the River Kwai, 1957)
de David Lean
Melhor Ator Coadjuvante do National Board of Review

SHELLEY WINTERS

Rose-Ann D’Arcey em
QUANDO SÓ O CORAÇÃO VÊ
(A Patch of Blue, 1965)
de Guy Green
Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante

SYDNEY GREENSTREET

Kasper Gutman em
O FALCAO MALTÊS
(The Maltese Falcon, 1941)
de John Huston